quinta-feira, 17 de agosto de 2017

BASQUETE FEMININO DO RIO PARDO VENCE SOCORRO


O basquete feminino do Rio Pardo FC venceu mais uma partida válida pelo CIRCUITO DE BASQUETE FEMININO. O jogo foi realizado na cidade de Socorro e a equipe alvinegra venceu a equipe do SESI/Pref. de Socorro por 36 a 7. Essa foi a quarta vitória no circuito e a equipe está invícta na competição. Para o técnico Hebinho a equipe vem treinando bem, e aprendendo bem os conceitos do jogo, e isso se traz em resultados positivos. Nesse jogo o Rio Pardo FC contou com aas seguintes atletas: Lívia, Maria Claro Melo, Maria Clara Zanetti, Sabrina, Thamyris, Eduarda, Ana Gabriela, Brenda, Maria Eduarda Venâncio, Duda, Isabela e Tawany. O próximo circuito acontece na cidade de São João da Boa Vista no dia 2 de setembro.

COPA DIFUSÃO

Nesse sábado a equipe do Rio Pardo Fc recebe a equipe de Porto Ferreira em 3 categorias sub 14, sub 16 e sub 18, pela COPA DIFUSÃO. Os jogos acontece no ginásio do Rio Pardo a partir das 14hs com entrada franca. 

terça-feira, 18 de julho de 2017

RIO PARDO FC PERDE PARA O RIO CLARO


A equipe sub 21 de basquete do Rio Pardo FC perdeu nessa segunda feira dia 17, para a forte equipe do Rio Claro por 70 a 40. (00x19, 18x13, 9x25 e 13x13). Para o técnico Hebinho o confronto com a equipe de riio Claro que é a atual campeã dos Jogos da Juventude foi de grande valia, pois é um adversário tradicional e de muita qualidade, e os nosso meninos puderam aprender bastante sobre o volume de jogo deles. Atuaram nessa partida, Gabriel (12), Tellison, Leonardo (2), Bruninho, Brito, Igor (5), Vinicius (3), Jeferson, Cesar (4), Heitor, Iscauin (8) e Octávio (8). 
As atenções agora das equipes são a Copa Difusão, Copa São Paulo de Basquete e Lidarp.
Os interessado em participar das escolinhas de basquete devem procurar o clube de terça a sexta das 16hs as 19hs e falar com o professor Hebinho de Souza.

segunda-feira, 17 de julho de 2017

RIO PARDO FC ESTRÉIA COM DERROTA NOS JOGOS REGIONAIS


Equipe sub 21 do Rio Pardo FC

A equipe sub 21 do Rio Pardo FC estreou com derrota para Santa Cruz das Palmeiras por 66x 44, (16x8, 20x8, 15x18, 15x10). Para o técnico Hebinho, a equipe começou muito mal o primeiro tempo deixando abrir uma diferença de 20 pontos, o placar foi de 36 a 16. No segundo tempo a equipe voltou melhor, chegando a diminuir a diferença em 10 pontos, porém não conseguiu manter o ritmo durante todo o tempo. Atuaram nessa partida: Gabriel (6), Leonardo, Samuel (2), Bruninho, Octavio (10), Vinicius (2), Tellison, Igor (11), Heitor (5), Cesar, Jeferson (7) e Iscauin (8).
O próximo jogo aconte hj as 12hs30minuto contra a forte equipe de Rio Claro no ginásio da praça São Bento.
Basquetebol Masculino - categoria sub 21 

Santa Cruz Palmeiras 66 x 44 São José do Rio Pardo 
Mococa 58 x 65 Limeira 
Bragança Paulista 100 x 41 Valinhos 
Campinas 72 x 45 Itatiba

Basquetebol Masculino - Livre

Tambaú 21 x 116 Araras 
Aguaí 67 x 49 Mogi Guaçu 
Casa Branca 70 x 46 Santa Bárbara d'Oeste 
Vargem Grande do Sul 28 x 48 Conchal 

site: www.jogosregionaisamericana.com.br

sexta-feira, 14 de julho de 2017

RIO PARDO FC ESTRÉIA NO DOMINGO

Rio Pardo FC, Vice Campeão dos Jogos de Americana em 2016

A equipe de basquete do Rio Pardo FC que representará São José nos Jogos Regionais de Americana, estréia nesse domingo as 16hs contra a equipe de Ssanta Cruz das Palmeiras no ginásio de esportes do Sesi.
Para o técnico Hebinho, quem ganhar esse jogo consegue a classificação, pois a outra equipe de Rio Claro vem muito forte para a competição, eles estão disputando o Campeonato Paulista da categoria e foram campeões dos Jogos da Juventude disputados mês passado em Presidente Prudente e venceram a tradicional equipe de Franca na final.
A delegação do Rio Pardo FC embarca para Americana nesse sábado as 14hs. 

sábado, 8 de julho de 2017

JOGOS REGIONAIS, RIO PARDO FC CONHECE SEUS ADVERSÁRIOS

Adulto Rio Pardo FC

A equipe de basquete sub 21 do Rio Pardo FC que representará São José nos Jogos Regionais de Americana conheceu na tarde dessa quarta feira dia 5 de julho seus adversários. Ao todo serão 10 equipes divididas em 3 grupos:
Sub 21 masulino

Grupo A: Mococa, Limeira, Campinas e Itatiba
Grupo B: São José , Rio Claro e Santa Cruz das Palmeiras
Grupo C: Amparo, Bragança Paulista e Valinhos.

Para o técnico Hebinho os grupos para a equipe do Rio Pado Fc não poderiam ser melhores. Três concorrentes diretos por medalhas caíram no Grupo A, então um será eliminado na segunda fase. apesar do clube estar indo com uma equipe nova, essa equipe é bem experiente e com certeza vamos dar muito trabalho para as demais equipes. 
A delegação do basquete viaja no sábado dia 15/7 as 14, e estréia no domingo contra Snata Cruz das Palmeiras em horário a ser divulgado pela organização.

SELEÇÃO FEMININA DE BASQUETE E SEU RECOMEÇO...



A diretoria da Confederação Brasileira de Basketball (CBB) anunciou, nesta sexta-feira (dia 07), no Rio de Janeiro (RJ), a comissão técnica e as atletas convocadas para iniciar os treinamentos com a Seleção Brasileira Adulta Feminina, visando a ‘Copa América – 2017 (FIBA Women’s AmeriCup – 2017)’, que ocorre de 06 a 13 de agosto, em Buenos Aires, na Argentina.

O técnico será Carlos Lima, do Americana, e Bruno Guidorizzi, do Basketball Santo André/APABA, o assistente-técnico. Os demais integrantes da comissão técnica são estes: Clóvis ‘Vita’ Haddad (preparador físico), Paulo Roberto Szeles, Lenita Glass e Carlos Vicente Andreoli (médicos), Isabel Cristina Castro Rosa (fisioterapeuta), Mirtes Stancanelli (nutricionista), Thais Reis de Souza (massagista), Bruno Valentim (coordenador do departamento feminino), Adriana Santos (supervisora do departamento feminino) e Antônio Carlos Barbosa (gerente esportivo).

“O Lima e o Guidorizzi são dois nomes da nova geração brasileira de treinadores, que estão conseguindo bons desempenhos em suas equipes há algumas temporadas e já viveram experiências positivas nos selecionados nacionais de base. Por isso, tenho a certeza que nos auxiliarão bastante neste começo de trabalho, em que teremos uma competição forte e muito importante pela frente”, comentou Guy Peixoto Jr, presidente da CBB.

“É um orgulho ter a oportunidade de comandar a Seleção Brasileira, estou extremamente feliz e quero trabalhar muito, junto com toda a comissão técnica, para poder classificar o Brasil ao Campeonato Mundial. Será uma Copa América difícil, mas acreditamos em nossa classificação”, relatou Lima.

“Estou muito honrado e feliz em poder trabalhar na seleção principal e participar dessa renovação com a CBB. Fico contente de trabalhar com o Carlos Lima, um técnico muito competente, que por diversas vezes mostrou qualidade nas equipes que dirigiu e soube lidar com várias situações adversas. Tenho certeza que estar ao lado dele será, além de tudo, um grande aprendizado”, acrescentou Guidorizzi.

A apresentação da comissão técnica e do grupo de jogadoras será na tarde do dia 13 de julho (quinta-feira), em Pindamonhangaba (SP). Os treinamentos serão realizados no ginásio do campus da Fundação Universitária Vida Cristã – FUNVIC (estrada Radialista Percy Lacerda, 1000, bairro Pinhão da Borba), na mesma cidade, de 13 de julho a 03 de agosto.

A ‘Copa América – 2017 (FIBA Women’s AmeriCup – 2017)’ classifica os três primeiros colocados ao Campeonato Mundial Adulto Feminino de 2018.

PARCERIA
A FUNVIC - Fundação Universitária Vida Cristã é uma instituição de ensino que atua do ensino básico ao superior, que investe na educação e no esporte com valores e princípios cristão. 

A FUNVIC apoia diversas modalidades esportivas, com equipes disputando campeonatos estaduais, nacionais e internacionais. Atualmente a FUNVIC é parceria da CBB e vem incentivando e promovendo o basquetebol brasileiro.

“Para a FUNVIC é uma grande satisfação receber a delegação da Seleção Brasileira Feminina de Basquete para preparação da Copa América, que se inicia em agosto. Nós da FUNVIC juntamente com a nova diretoria executiva da CBB e com a parceria da Prefeitura Municipal de Pindamonhangaba não medimos esforços para apoiar o basquete brasileiro”, relatou o presidente da FUNVIC, Pr. Luís Otávio Palhari.

“Estamos felizes em firmar parceria com uma instituição de ensino renomada e de grandes valores, como é a Fundação Universitária Vida Cristã (FUNVIC), comandada por pessoas sérias e comprometidas e que usa o esporte como ferramenta de socialização e propagação do bem estar e da saúde. Tenho certeza que a nossa Seleção Feminina terá toda estrutura necessária para fazer a sua preparação e seguirá pronta para representar o nosso basquete com dignidade na Copa América”, completou Guy Peixoto Jr.

CONVOCADAS
Bárbara Generoso Honório (Baby) – armadora – 31 anos – 1m80 – Americana
Clarissa Cristina dos Santos – pivô – 29 anos – 1m84 – Sopron Basket (Hungria)
Damiris Dantas do Amaral – pivô – 24 anos – 1m92 – Atlanta Dreams (Estados Unidos)
Érika Cristina de Souza – pivô – 35 anos – 1m96 – San Antonio Stars (Estados Unidos)
Gilmara Justino – pivô – 36 anos – 1m83 – Uninassau Basquete
Isabela Ramona Lyra Macedo – lateral – 23 anos – 1m81 – Zamarat (Espanha)
Izabella Frederico Sangalli – lateral – 22 anos – 1m82 – Americana
Jaqueline de Paula Silvestre – lateral – 31 anos – 1m79 – Basketball Santo André/APABA
Joice Cristina de Souza Rodrigues – ala/armadora – 30 anos – 1m76 – Americana
Kelly Santos Muller – pivô – 37 anos – 1m92 – Uninassau Basquete
Letícia Viviane Dias Rodrigues – pivô – 22 anos – 1m90 – Santos FC/FUPES
Patrícia Ribeiro Teixeira – lateral – 26 anos – 1m76 – São José Desportivo
Raphaella Monteiro da Silva – ala/pivô – 22 anos – 1m81 – Basketball Santo André/APABA
Tainá Mayara Paixão – armadora – 25 anos – 1m72 – Basketball Santo André/APABA
Tássia Pereira de Souza Carcavalli – ala/armadora – 25 anos – 1m75 – Uninassau Basquete
Tatiane Pecheco Nascimento – lateral – 26 anos – 1m81 – Uninassau Basquete

Média de Idade: 27,8 anos
Média de altura: 1m81

segunda-feira, 3 de julho de 2017

RIO PARDO FC É CAMPEÃO DA LIDARP

Equipe sub 17 Rio Pardo FC

A equipe sub 17 do RIO PARDO FC conquistou de forma invicta o Campeonato da Liga Desportiva do Alto Rio Pardo (Lidarp) categoria sub 17 no último sábado dia 1/7 disputado no ginásio de esportes Tartaruguão em São José do Rio Pardo.

Na fase de Classificação a equipe alvinegra venceu São Sebastião do Paraíso, Guaxupé e Cabo Verde, classificando em primeiro lugar na sua chave. No outro grupo, classificaram Varginha em primeiro e AACaldense /Poços de Caldas em segundo lugar.  Na semi final a equipe do Rio Pardo FC venceu a equipe da AAcaldense por 40 x 33 e Varginha venceu Guaxupé por 54 a 29. Na decisão do terceiro lugar a equipe de Guaxupé venceu a AAcaldense por 40 a 48. Na grande final, o Rio Pardo FC venceu Varginha por 52 a 35. 

Na campanha do Rio Pardo FC defenderam os seguintes atletas: Octávio (53), Rhaduam (18), Tellison (29), Bruninho (58), Britto (8), Luquinha (10), Alesandro (4), Matheus Bocamino (28), Gustavo Zulli (12), André (2), Bruno Breda (10), Vitor (7), Filipe Rossi (3), José Paulo, Vinícius Varsone, Fabricio, Gabriel Bichiqui, Mateues Torquato,  Matias Biaco Igor e Guilherme.

Rio Pardo FC, campeão da Lidarp 2017.

domingo, 25 de junho de 2017

RIO PARDO FC PARTICIPOU DA IV ETAPA DA COPA DIFUSÃO

Sub 10 do RIO PARDO FC

As equipes sub 10 e sub 12 masculina e sub 12, sub 13 e sub 15 feminina, estiveram em ação na IV Etapa da Copa Difusão de Basquete, realizado na AAR em São José do Rio Pardo.
O objetivo do Rio Pardo FC é colocar o maior número de jogadores possível para a participação nos festivais da Copa Difusão. Ao todo atuaram  45 ateltas entre meninos e meninas. Segundo o técnico Hebinho de Souza, isso é resultado do trabalho de toda a diretoria do Rio Pardo FC vem dando ao basquete, primeiro estamos massificando,e num segundo momento certamente teremos a qualidade dessa equipes. As equipes sub 10 e sub 12 jogaram contra a equipes da AAR e Santa Cruz das Palmeiras e perderam seus três jogos. Já as equipes sub 12, sub 13 e sub 15, jogaram respectivamente contra AAC Poços de Caldas, Santa Cruz. As equipe sub 12 e 13, perderam seus jogos que foram bem disputados, ja a equipe sub 15 venceu seus dois jogos, essa equipe irá representar a cidade no final de novembro na Copa São Paulo de basquete que será realizada em nosso cidade. Atuaram elas equipe:
Sub 10 masculino: Samuel Freitas, Samuel Silva, Sandoval, João Guilherme, João Victor, Rafael França, Rafael Herculano, Artur, Pablo, Pedro, José Eduardo  e Henrrico. 
Sub 12 masculino: Sandoval, Samuel, João Victor, Lucas, Vinicius, Leandro, Filipe, Cauã, Kaká e Leonardo.
Sub 12 feminino: Jaine, Raquel, Maria Eduarda, Duda, Eduarda, Liva, Maria Clara e Maria Vitória.
Sub 13 feminino: MC Zanetti, MC Melo, Duda, Eduarda, Maria Eduarda, Lívia, Maria Vitória. 
Sub 15, Thamyris, Tauwany, Isabela, Mariane, Gabriely, Sabrina, MC Zanetti, MC Melo e Lívia.

domingo, 11 de junho de 2017

RIO PARDO FC VENCE SANTA RITA PELA COPA DIFUSÃO SUB 18

André, Tellison, Mateus, Leo, Luquinha e Hebinho
Octávio, Rossi, Bruno, Gabriel e Rhaduan.

A equipe sub 18 do RIO PARDO FC venceu na tarde desse sábado a equipe de Santa Rita do Passa Quatro por 57 a 40, reabilitando-se no campeonato depois da derrota para Santa Cruz das Palmeiras. com essa vitória a equipe têm 3 jogos e duas vitórias no campeonato, faltam ainda os confrontos com Casa Branca, Descalvado e Porto Ferreira jogos de ida e volta, Paraíso Santa Rita e Santa Cruz os jogos de volta. são 9 jogos e o campeonato tem o final da  fase de classificação  no dia 30 de setembro. Nosso objetivo é a classificação entre os 4 primeiros e depois sim conseguir a final. A base do time que atuou nesse sábado é de atletas que fazem parte das equipes sub 17 que esta classificada para a final da Lidarp no dia 1/7 aqui em São José e da equipe sub 16 que também representará São José nas finais da Copa São Paulo de Basquete categoria sub 16 em novembro.
Atuaram nessa partida os seguintes atletas: Lucas Marcelino (2), Filipe Rossi (3), Bruno Breda, Marcelo Rhaduan (3), Gabriel Souza (19), Octávio Morgan (11), Mateus Souza (8), Leonardo França (8), André Biajoti e Tellison Leão (3). 

quinta-feira, 8 de junho de 2017

BASQUETE DO RIO PARDO FC

O basquete do Rio Pardo realizou 11 jogos nos ultimos finais de semana. No dia 21 de maio em Arceburgo as equipes sub 10 e 12 masc. e as equipes sub 12, 13 e 15 fem. jogaram pela Copa Difusão de Basquete. Os resultados foram:
Rio Pardo FC 22 x 10 Arceburgo - sub 10 masc.
Rio Pardo FC 5 x 26 Casa Branca - sub 12 masc.
Rio Pardo FC 22 x 8 Porto Ferreira - sub 12 masc.
Rio Pardo FC 12 x 17 Arceburgo - sub 12 fem.
Rio Pardo FC 5 x 19 Arceburgo - sub 13 fem.
Rio Pardo FC 19 x 5 Arceburgo - sub 15 fem.


No dia 27 as equipes sub 14, sub 16 e sub 18 enfrentaram as equipes de Santa Cruz das Palmeiras pela Copa Difusão, e foram derrotas nas 3 categorias.
Rio Pardo FC 28 x 29 Santa Cruz - sub 14 
Rio Pardo FC 31 x 37 Santa Cruz - sub 16
Rio Pardo FC 41 x 52 Santa Cruz - sub 18

No dia 3/6 a equipe sub 14 feminina do Rio Pardo FC, foi até a cidade de Itapira enfrentar as donas da casa pelo Circuito Regional Feminino de Basquete e conseguiu mais uma vitória sobre as Itapirenses por 30 a 12. Com esse resultado a equipe alvinegra lidera o circuito com 3 vitórias em 3 jogos. O próximo circuito acontece na cidade de Amparo no mês de agosto. 
Já a equipe adulta composta na sua base pela equipe sub 18 perdeu o jogo semi final da Lidarp diante da equipe de Pouso Alegre, placar final, Rio Pardo FC 47 x 68 Pouso Alegre. Na decisão do terceiro lugar, o Rio Pardo vai enfrentar Cabo Verde que perdeu para a equipe de Paraiso Basquete, o jogo acontece n o dia 2 de julho em São Sebastião do Paraíso.

Finais da Lidarp sub 17 mas. 
As finais da Lidarp sub 17 masc. acontece no dia 1 de julho em São José do Rio Pardo no ginásio do Tartarugão. O jogo no Tartarugão em virtude do ginásio do Rio Pardo já estar ocupado no mesmo dia, e se não conseguíssemos outra quadra, perderíamos o mando das finais. O DEC na pessoa do presidente Iuri sedeu as instalações em apoio e incentivo ao basuete do Rio Pardo FC que irá também representar a cidade nos jogos Regionais de Americana no mês de julho.
Tabela
Rio Pardo FC x AA Caldense 9hs
Varginha TC X Pref. Guaxupé 10hs
Finais 
14hs

Copa Difusão.
A equipe sub 18, joga nesse sábado dia 10 de junho, a partir das 15hs no Rio Pardo FC contra a equipe de Santa Rita do Passa Quatro. A equipe vem de dois jogos, vitória sobre Paraíso e derrota sobre Santa Cruz das Palmeiras.

quarta-feira, 17 de maio de 2017

RIO PARDO FC SE CLASSIFICA PARA MAIS UMA FINAL.

RIO PARDO FC SUB 17.

Nessa quarta feira dia 17 a equipe do RIO PARDO FC conseguiu mais uma classificação para as finais da Lidarp, agora na categoria sub 17. Após vitoria sobre a equipe de São Sebastião do Paraíso por 31 a 13. Atuaram nessa vitória: Igor, Guilherme, Vinícius, Matheus (5), Fabricio, Gustavo (4), Octávio (5), Bruninho (15), Mateus, Alessandro, Lucas (2) e José Paulo. O alvinegro encerrou a fase de classificação com 3 vitórias classificando-se de forma invicta a próxima fase, o segundo classificou a equipe de Paraíso. No grupo A Varginha lidera  o grupo e já garantiu o primeiro lugar, faltando mais uma rodada a segunda colocação será decidida entre Machado e Poços de Caldas.
Para o técnico Hebinho o objetivo foi alcança que era classificação, agora é treinar mais para ser campeão.a equipe jogou desfalcada de 4 jogadores: Brito, Rhaduan, Tellison e Bruno.

terça-feira, 16 de maio de 2017

RIO PARDO FC SE CLASSIFICA PARA AS FINAIS DA LIDARP NO ADULTO

RIO PARDO FC  ADULTO


O RIO PARDO FC  conseguiu no último domingo dia 14 a classificação para as finais da Lidarp adulto. O feito veio através da vitória sobre Guaranésia por 57 a 22 e da derrota de Guaxupé para a equipe do Paraíso Basquete por 51 a 53. Com essa combinação de resultado, a equipe alvinegra classificou em segundo lugar do grupo A  e irá enfrentar no dia 4 de junho em local a ser definido a equipe de Pouso Alegre, na outra semi final irão jogar São Sebastião do Paraíso contra Cabo Verde.
Na vitória de domingo atuaram os seguintes atletas: Flávio, Matheus, Leandro, Henrique, Ignácio, Gabriel, Leonardo, Renan, Lucas, Alessandro, Octávio e Bruninho. 

RIO PARDO FC VENCE VARGEM GRANDE DO SUL

RIO PARDO FC SUB 16

A equipe sub 16 do RIO PARDO FC que irá representar São José do Rio Pardo na Copa São Paulo de Basquete em novembro, conseguiu mais uma vitória na Copa Difusão de Basquete. No último sábado a equipe venceu a equipe de Vargem Grande do Sul por 53 a 39. Com esse resultado a equipe conseguiu a segunda vitória na competição. A equipe jogou completa pela primeira vez, Atuaram pela equipe alvinegra: Bruninho, Mateus, José Paulo, Rhaduan, Gustavo, André, Guilherme, Bruno, Gabriel, Victor, Vinicius e Rafael. O próximo compromisso da equipe alvinegra será contra Santa Cruz das Palmeiras, líder do campeonato e atual campeã do torneio. O jogo acontecerá no dia 27/5 no Ginásio do Rio Pardo FC, no mesmo dia as equipes sub 14  e sub 18 também enfrentaram Santa Cruz das Palmeiras.    

quarta-feira, 10 de maio de 2017

RIO PARDO FC VOLTA A QUADRA NESSE FINAL DE SEMANA


O basquete do Rio Pardo FC volta a quadra nesse final de semana pela copa Difusão e Lidarp. No sábado a equipe sub 16 que também se prepara para a Copa São Paulo de Basquete que será realizada em novembro em nossa cidade, fará sua estréia em casa pela Copa Difusão, e enfrentará a equipe de Vargem Grande do Sul, o jogo acontece as 15hs do dia 13 de maio no Ginásio do Rio Pardo FC. No dia 14 domingo as equipe sub 18 e adulto enfrentam respectivamente as cidade de São Sebastião do Paraíso e Guaranésia pela última rodada da Lidarp em sua categorias, ambas as equipe precisão de uma vitoria simples para se classificar para as finais nas duas categorias. 

RIO PAROD FC VENCE NA ESTRÉIA DO CIRCUITO FEMININO DE BASQUETE


A equipe feminina de basquete do RIO PARDO FC  que irá representar a cidade na Copa São Paulo de Basquete em novembro, começou com a "mão direita" a sua preparação para a Copinha no final do ano. O Rio Pardo FC venceu seus dois jogos na estréia do CIRCUITO FEMININO DE BASQUETE. 
No primeiro jogo contra Itapira, o alvinegro venceu por 26 a 11, no segundo jogo São João da Boa Vista perdeu para Col. Santa Cruz  de Socorro por 28 a 18 e no último jogo o Rio Pardo voltou a vencer a equipe do Clube XV de Socorro por 42 a 13. Aturam: Lívia, Sabrina, Carol, Thawany, Isabela, Thamirys, Mariane, Maria Eduarda, Brenda, Dudinha, Maria C Zanetti, Maria C. Melo, Fany e Duda. Para o técnico Hebinho o mais importante foi ter colocado em quadra todas as meninas que vão representar a cidade na Copa São Paulo de Basquete, atuaram 14 meninas, o nosso time é muito jovem, temos somente duas meninas na idade de 16 anos, as demais tem entre 14 e 13 anos, mais mesmo assim estamos treinando forte para representar bem a cidade. O próximo circuito acontece no mês de junho na cidade de Itapira.  

segunda-feira, 1 de maio de 2017

RIO PARDO FC VENCE ARCEBURGO


A equipe sub 14 de basquete do RIO PARDO FC  venceu no ultimo domingo a equipe de Arceburgo pelo placar de 40 a 26. O jogo foi válido pela Copa Difusão de Basquete categoria sub 14. Com esse resultado a equipe têm 3 jogos, com 2 derrotas e 1 vitória. Para o técnico Hebinho o jogo foi bastante disputado e mesmo com 4 desfalques conseguimos impor um ritmo forte desde o início do jogo com uma defesa forte e vários contra ataques. Aturam nessa partida os atletas: Gustavo (2), Luizinho, Victor(17), Vinicius, Lucas Herculano, Fabrício (8), Vinícius Furlan (2) e Braian (9). 
O próximo compromisso do Rio Pardo será no dia 6 de maio, sábado onde a equipe sub 14 feminina enfrenta a equipe de Amparo jogo válido pelo Circuito Regional de Basquete Feminino. No dia 13 a equipe sub 16 enfrenta Vargem Grande do Sul pela Copa Difusão. No dia 17 a equipe adulta enfrenta Guaranésia e a equipe sub 17 enfrenta São Sebastião do Paraíso pela Lidarp e no dia 27 as equipe sub 14, 16 e 18 enfrentam Santa Cruz das Palmeiras pela Copa Difusão.

NBBPLAY OFF

MOGI X VITÓRIA

Nada de fortes emoções ou de final dramático. Neste sábado (29/04), no Ginásio Hugo Ramos, o Mogi das Cruzes/Helbor dominou o Universo/Vitória do início ao fim, venceu o Jogo 3 com tranquilidade, pelo placar de 88 a 69, e voltou a ficar em vantagem na série válida pelas quartas de final do NBB CAIXA 2016/2017.
O NBB CAIXA é uma competição organizada pela Liga Nacional de Basquete (LNB), em parceria com a NBA, e conta com o patrocínio master da CAIXA, os patrocínios da SKY, Nike e Avianca e o apoio do Ministério do Esporte.
E agora? O Jogo 4 acontece na próxima terça-feira (02/05), às 21h30, em Salvador, com transmissão ao vivo do #NBBnaWEB. Caso saia vencedor, Mogi garantirá vaga nas semifinais pela quarta temporada seguida. Já em caso de triunfo do Vitória, o Jogo 5 será disputado em Mogi das Cruzes, em data a ser definida.
Energia de sobra: Mogi teve um grande desempenho defensivo. Dono da segunda melhor defesa da fase de classificação, o time paulista não deu espaços ao ataque baiano e sofreu sua menor pontuação na série. Nas outras duas partidas, a equipe nordestina pontuou na casa dos 80 pontos.
Mais ligado: Outra melhora expressiva do Mogi, principalmente em relação ao Jogo 2, foi nos rebotes. Depois de ver o Vitória dominar o garrafão na última partida, os comandados de Guerrinha tiveram o mesmo número de rebotes dos rivais (31) neste sábado. No seu garrafão, o time paulista teve 30 sobras contra apenas sete dos rivais.
Os caras: Dentre a grande atuação coletiva do Mogi, Shamell e Jimmy se destacaram. O norte-americano foi o cestinha da partida, com 23 pontos, e ainda contribuiu com quatro rebotes e quatro assistências. Já o camisa 18 contribuiu em todos os fundamentos – 11 pontos, oito rebotes, três assistências, uma bola recuperada e um toco -, além de esbanjar seu ótimo trabalho defensivo, como sempre.
Fala aí: “Não esperávamos perder o Jogo 2, ainda mais tendo vencido lá em Salvador, mas eles tiveram mérito. Hoje a história foi diferente e conseguimos dominar o jogo do início ao fim. Mas ainda precisamos de mais uma para fechar a série e não tem nada ganho”, disse Jimmy, que fechou o jogo com 18 pontos de eficiência.
Também ajudaram: Além de Shamell e Jimmy, outros atletas tiveram boas atuações pela equipe vencedora. Explorando muito bem as jogadas no garrafão, Caio Torres marcou 13 pontos, enquanto que Larry Taylor anotou dez. Por sua vez, Tyrone deixou a quadra com nove pontos, cinco assistências e cinco rebotes.
Mogi é show: Em um dos contra-ataques do Mogi no início da partida, Jimmy passou para Tyrone e o norte-americano finalizou a ponte-aérea com uma linda enterrada de costas
Nada deu certo: Diante da ótima defesa mogiana, o Vitória teve como seu cestinha Kenny Dawkins, autor de 14 pontos. A equipe nordestina teve 18 erros e apenas 36% nos arremessos de três pontos e 41,7% nas bolas de dois pontos.
Fala aí: “A diferença do jogo de hoje foi na postura. Para ganharmos do Mogi precisamos estar 110% ligados e não foi isso o que aconteceu. Eles entraram com tudo e nós um pouco dispersos, daí eles conseguiram abrir vantagem logo no começo e administraram durante todo o jogo”, disse o técnico Régis Marrelli, do Vitória.
Início arrasador: O começo de jogo do Mogi foi perfeito, principalmente por conta da ótima defesa. Com muita energia, a equipe forçou os rivais a cinco erros nos minutos iniciais, sendo três de Dawkins, e teve caminho livre para pontuar diversas vezes em transição. Desta maneira, o time mogiano abriu dez pontos de frente logo de cara (16 a 6)..
Não parou: No segundo quarto, Mogi seguiu com o domínio completo do jogo e ampliou sua vantagem. Com sua defesa funcionando muito bem, a equipe contou com grandes lances de Shamell do outro lado da quadra – o norte-americano marcou 12 dos 26 pontos do time na parcial – e partiu para o intervalo vencendo por 22 pontos (50 a 28).
Fechou tranquilo: No segundo tempo, o Vitória até melhorou seu rendimento, mas nada que pudesse tirar o controle do jogo de Mogi. Sempre com dígitos duplos de vantagem, o time da casa garantiu o triunfo com tranquilidade no fim para alegria dos 4323 presentes no Hugão.
FRANCA X PAULISTANO

Nem mesmo a desvantagem durante boa parte da partida e os 5414 torcedores no Ginásio Pedrocão foram capazes de frear a garotada do Paulistano/Corpore. Mesmo diante do recorde de público da casa francana na temporada, a equipe do técnico Gustavo De Conti virou de maneira incrível sobre o Franca Basquete, venceu por 69 a 66 na noite desta sexta-feira e abriu 2 a 1 na série quartas de final.
O NBB CAIXA é uma competição organizada pela Liga Nacional de Basquete (LNB), em parceria com a NBA, e conta com o patrocínio master da CAIXA, os patrocínios da SKY, Nike e Avianca e o apoio do Ministério do Esporte.
Pode fechar: Com a vantagem da série recuperada, o clube da capital paulista terá a chance de fechar a série quartas de final em casa. O duelo será na próxima terça-feira (02/05), no Ginásio Antonio Prado Junior, em São Paulo (SP), às 19h30, com transmissão ao vivo dos canais SporTV.
5 minutos: O Paulistano passou quase a partida inteira atrás no placar, mas deu o bote certeiro nos cinco minutos finais. Com Eddy quente, o clube alvirrubro emplacou uma corrida de 13 a 2 em pouco mais de três minutos e não só recuperou uma desvantagem de oito pontos como ainda abriu cinco de frente (64 a 59). Com boa diferença nas mãos, o time visitante só administrou o resultado e garantiu de vez a vitória na base dos lances livres.
Heroi: Eddy viveu uma noite de gala no Ginásio Pedrocão. Titular desde o início da série, o camisa 33 fez 11 pontos no último quarto e registrou seu recorde pessoal na temporada, com 25 pontos. A marca foi registrada com direito a grande aproveitamento nos arremessos: 4/6 nas bolas de 3 e 4/6 nas bolas de 2 pontos.
Com chave de ouro: Não foi uma noite inspirada para Lucas Dias. Muito marcado e com baixo aproveitamento nos arremessos (0/3 nas bolas de 3, 3/08 nas bolas de 2 e 8/14 nos lances livres), Lucas Dias teve papel crucial na reação do Paulistano. Com nove pontos no último quarto, o garoto ainda totalizou um duplo-duplo concretizado com um rebote ofensivo fundamental após lance livre com 22 segundos para acabar – foram dez no total.
Apagão: Assim como aconteceu no Jogo 1 em São Paulo, o Franca teve a partida na mão durante grande parte do duelo, mas deixou a vitória escapar. A equipe francana vencia por oito pontos até oito minutos restantes no último quarto (51 a 43), no entanto, não aproveitou as chances de ampliar a vantagem e permitiu a reação do Paulistano, que minutos depois, aplicou uma corrida de 13 a 2 em três minutos, que os colocou com cinco pontos de vantagem (64 a 59) restando dois minutos para o final.
Mão na forma: O baixo placar de 69 a 66 pode ser explicado por conta do mau aproveitamento de ambas as equipes nas bolas de 3 pontos. O Franca acertou apenas três tiros em 20 tentativas e teve 15% de aproveitamento. Por sua vez, o Paulistano entrou no último quarto com somente dois arremessos convertidos e encontrou em Eddy, que acertou três bolas no último quarto, para finalizar o duelo com 29,4% de aproveitamento (5/17).
Eles tentaram: A excelente dupla de armadores do Franca Basquete teve ótimo desempenho na noite desta sexta-feira. Com 15 pontos, Coelho saiu do banco para fazer 15 pontos e dar três assistências, enquanto isso, o titular Alexey chamou a responsabilidade, fez belas bolas no um contra um no terceiro quarto e deixou a quadra com 12 pontos.
Visitantes dominando: As quartas de final vêm sendo de total domínio dos clubes visitantes. Em 11 partidas já realizadas, foram oito vitórias das equipes que jogaram fora de casa e apenas três dos mandantes.
FLAMENGO X PINHEIROS

A última quarta-feira tinha tudo para ser de festa para o Flamengo. Mas não foi o que aconteceu. Com 2 a 0 de frente e a um passo da vaga na semifinal, o atual tetracampeão teve a chance de fechar a série em casa, mas viu um brioso e consistente EC Pinheiros roubar a cena e estragar a festa ao vencer o Jogo 3 em pleno Tijuca Tênis Clube, por 90 a 79.

Líder da fase de classificação, o clube da Gávea encontrou dificuldades para encaixar seu jogo, algo que aconteceu poucas vezes na atual temporada. Do outro lado, o clube paulista mostrou um ótimo volume de jogo e não permitiu com que os cariocas tivessem o controle da partida em momento algum. Para o técnico José Neto, o brio pinheirense já era esperado e foi mostrado durante a temporada.
“Sabíamos desde o início da série que eles (Pinheiros) tinham um espírito brioso em todos os jogos. É nítido esse brio, e sabíamos que seria assim. Acredito que muito da vitória foi por conta disso. Agora, jogando em casa, se sentirão melhor ainda. Mas eles sabem também que se perderem estão fora do campeonato”, frisou o técnico mais vencedor da história do NBB CAIXA, José Neto.
Mas talvez a principal dificuldade rubro-negra tenha sido na defesa. Nos dois duelos anteriores da série, o time de José Neto sofreu apenas 79 a 73 pontos, respectivamente. Na derrota em casa, permitiu 90 pontos ao Pinheiros, o que aconteceu somente em quatro partidas nos 31 jogos disputados na atual edição.
Dono da décima defesa da competição, com média de 78,81 pontos sofridos por jogo, o Flamengo não conseguiu parar a força dos norte-americanos Desmond Holloway e Corderro Bennett, responsáveis por 20 e 16 pontos, respectivamente, e a potência das “torres gêmeas” Renan Lenz e Teichmann, que fizeram 15 e 10 pontos.
“Não conseguimos defender o Pinheiros. No Jogo 2 permitimos 73 pontos, no último foram 90. É uma diferença muito grande. Para nós nunca foi vantagem jogar com placar alto. Sempre procuramos diminuir a pontuação do adversário. Vamos pensar nisso para essa partida: diminuir o ímpeto deles, controla-los melhor e pensar em buscar essa vaga na semifinal”, disse o comandante do Flamengo.
Apesar do resultado negativo em casa, a situação da série ainda é favorável ao Flamengo. Com 2 a 1 de vantagem o atual tetracampeão vai a São Paulo podendo garantir sua classificação à semifinal caso saia vencedor. O tão esperado duelo será nesta segunda-feira (01/05), no Ginásio Poliesportivo Henrique Villaboim, em São Paulo (SP), às 19 horas, com transmissão ao vivo do SporTV.
“Vamos para lá com o mesmo espírito, de vitória. Independentemente do resultado, sempre entramos com espírito de vencer. Talvez a gente não tenha conseguido, devido a ações não tão boas da parte dos atletas e minha também, em questão de estratégia. Mas vamos analisar tudo nos três outros jogos para buscar a vitória lá e fechar essa série”, finalizou o detentor do troféu Ary Vidal de Melhor Técnico do NBB CAIXA.
O NBB CAIXA é uma competição organizada pela Liga Nacional de Basquete (LNB), em parceria com a NBA, e conta com o patrocínio master da CAIXA, o patrocínio da SKY e os apoios do Ministério do Esporte e da Avianca.

BAURU X BRASÍLIA


O Gocil/Bauru Basket é o primeiro classificado à semifinal do NBB CAIXA 2016/2017. Diante de um Panela de Pressão completamente lotado, a equipe do técnico Demétrius Ferracciú venceu o Jogo 4 das quartas de final contra o UniCEUB/BRBCARD/Brasília, na noite deste domingo, por 80 a 78, e fechou a série em 3 a 1.
O NBB CAIXA é uma competição organizada pela Liga Nacional de Basquete (LNB), em parceria com a NBA, e conta com o patrocínio master da CAIXA, os patrocínios da SKY, Nike e Avianca e o apoio do Ministério do Esporte.
3ª seguida: Com a classificação, o Dragão carimbou passaporte para sua terceira semifinal de NBB CAIXA consecutiva. O adversário na próxima fase será o vencedor da série entre Flamengo e EC Pinheiros, que está 2 a 1 para a equipe rubro-negra. O Jogo 4 será nesta segunda-feira (01/05), em São Paulo (SP), às 19 horas, com transmissão ao vivo dos canais SporTV.
Façanha: De quebra, os bauruenses quebraram o mando de quadra do Brasília nas quartas de final e alcançaram um feito que só havia acontecido outras cinco vezes em 32 séries de quartas na história do NBB CAIXA.
Momento chave: Depois de abrir dez pontos no último quarto (68 a 58) e ver o Brasília virar o jogo em um piscar de olhos (71 a 69), o Bauru recuperou a vantagem logo na sequência e alternou lideranças três vezes. Com duas bolas de 3 praticamente consecutivas de Léo Meindl e Gui Deodato, a equipe da casa colocou cinco pontos de frente (80 a 75) e praticamente assegurou o triunfo. Uma bola de 3 pontos de Deryk a 30 segundos do fim (80 a 78) reviveu a esperança dos candangos, que ainda tiveram a chance da virada no chute de 3 de Lucas Mariano no estouro do cronômetro.
Os caras: Jefferson William e Léo Meindl foram os grandes nomes do Bauru na partida. Com 20 pontos e 14 rebotes, o ala/pivô foi o atleta mais eficiente da equipe na partida e totalizou 21 de valorização. Por sua vez, Léo também registrou 20 pontos e mais sete assistências e ainda foi responsável por uma bola de 3 crucial a pouco mais de dois minutos para o fim da partida.
Fala aí: “Foi superação. Passamos por dificuldades, tanto na parte financeira quanto na saída de jogadores. Mas o time não perdeu o norte, permanecemos focados. Sabíamos que seria muito difícil passar pelo Brasília, perdemos no turno e returno para eles e ainda começamos perdendo em casa a série. Isso mostra a força, a cabeça e o equilíbrio emocional do nosso conjunto. O time está de parabéns, conseguimos chegar à semifinal que era nosso primeiro objetivo. Queremos a final, mas vamos um passo de cada vez para irmos em busca do tão esperado título”, comentou Jefferson.
Silenciosos e mortais: Quem olha para a estatística e vê Gegê e Gui Deodato com apenas nove pontos cada pode não entender a importância que os dois tiveram na partida. O armador natural do Rio de Janeiro (RJ) fez todos os seus pontos no momento importante do terceiro quarto e ainda foi responsável por marcar o garçom candango Fúlvio, como também fez Gui, autor da bola de 3 que deixou Bauru com cinco pontos de vantagem com 47 segundos para o fim.
Também ajudaram: Outros destaques da equipe bauruense ficaram por conta do ala Alex Garcia, que registrou 11 pontos, seis rebotes e cinco assistências (19 de eficiência), e o garoto Gabriel Jaú, que deixou a quadra com seis pontos e oito rebotes, mas teve sua permanência na partida atrapalhada por ficar estourado de faltas.
Tentou muito: O Brasília deixa a atual edição na quarta colocação geral, a mesma da temporada anterior. Em sua última partida na temporada, o Time de Lobos teve como destaques o ala/pivô Guilherme Giovannoni, cestinha e atleta mais eficiente do duelo com 21 pontos e 24 de valorização, e os jovens Lucas Mariano e Deryk, ambos com 15 pontos.
Luta não faltou: O cenário da partida foi adverso para o Brasília durante boa parte do tempo. No entanto, os candangos encontraram forças para reagir no último quarto e por pouco não venceu. Depois de ver o Bauru abrir dez pontos (68 a 58), a equipe do técnico Bruno Savignani emplacou uma corrida de 13 a 1 em pouco mais de três minutos e virou o jogo para 71 a 69 restando cinco minutos para acabar. Nos momentos finais, os donos da casa abriram cinco pontos próximo dos 120 segundos finais (80 a 75), mas Deryk acertou uma bola de 3 pontos a 30 segundos do fim (80 a 78) e Lucas Mariano teve a chance de virar o jogo no estouro do cronômetro.
Regente: O principal comandante da reação candanga no último quarto foi o armador Fúlvio. Sempre muito marcado e perseguido durante toda a partida, o líder em assistências do NBB CAIXA fez sete pontos praticamente seguidos e liderou a virada do Time de Lobos no final. Ao todo, o camisa 11 do Brasília registrou 13 pontos, seis rebotes e quatro assistências.


quinta-feira, 27 de abril de 2017

PINHEIROS RENASCE NO NBB


Enquanto houver chances, haverá esperança. Esse foi o espírito que o EC Pinheiros incorporou para o Jogo 3 das quartas de final contra o Flamengo. Em pleno Tijuca Tênis Clube, a equipe do técnico César Guidetti ditou o ritmo da partida desde o início e venceu os atuais tetracampeões do NBB CAIXA de maneira imponente, na noite desta quarta-feira, pelo placar de 90 a 79.
O NBB CAIXA é uma competição organizada pela Liga Nacional de Basquete (LNB), em parceria com a NBA, e conta com o patrocínio master da CAIXA, o patrocínio da SKY e os apoios do Ministério do Esporte e da Avianca.
Vai ter Jogo 4, sim! Com o resultado, o clube pinheirense garantiu a sobrevivência na série, reduziu a diferença no placar geral para 2 a 1 e forçou a realização do Jogo 4, que será na próxima segunda-feira (01/05), no Ginásio Poliesportivo Henrique Villaboim, em São Paulo (SP), às 19 horas, com transmissão ao vivo do SporTV.
Noite de gala: O Pinheiros colocou as cartas na mesa desde o início da partida e mostrou a que veio. Com vantagem de dez pontos aberta já no primeiro quarto (27 a 17), o time paulista seguiu com a liderança no placar durante toda a partida e chegou a ter 13 pontos de frente no último quarto (75 a 62). O Flamengo até reagiu com corrida de 9 a 0 na parcial final (75 a 71), mas os pinheirenses retomaram o controle do jogo, voltaram a ter dez pontos de frente e só administraram até o apagar das luzes.
Heróis: Todo o grupo pinheirense deu uma linda demonstração de coragem e superação por se impor e vencer de maneira incrível em plena casa dos atuais tetracampeões do NBB CAIXA. Os destaques na estatística ficaram por conta dos norte-americanos Desmond Holloway, cestinha da equipe com 20 pontos, e Corderro Bennett, que mesmo com dores durante toda a partida devido a uma contratura no quadril, encontrou forças para registrar 16 pontos, oito rebotes e seis assistências.
Fala aí: “Fizemos um grande jogo, todos foram muito bem. Defendemos melhor do que nos dois primeiros jogos e ofensivamente também fomos efetivos. Agora vamos para o próximo jogo com o mesmo objetivo, que é jogar forte na defesa, assim como fizemos hoje, e repetir o que fizemos ofensivamente. Vamos com tudo para ganhar esse jogo”, comentou Bennett.
Torres gêmeas: A dupla de garrafão do Pinheiros formada por Renan Lenz e Teichmann também teve extrema importância no resultado. O primeiro foi autor de 15 pontos e quatro rebotes, enquanto que o segundo deixou a quadra com importantes dez pontos (5/6 nas bolas de 2), oito rebotes e 18 de eficiência.
Time da virada? O rótulo de “time da virada” começou a ganhar força no Pinheiros. Em toda a história do NBB CAIXA, a equipe pinheinrense já reverteu três séries perdendo de 2 a 0 três vezes – nas quartas de 2011/2012 contra o Joinville, nas oitavas de 2012/2013 contra o Limeira e nas oitavas de 2015/2016 diante do Minas. O primeiro passo veio nesta terça-feira. Será que vem mais uma?
Fala aí: “Essa vitória mostra que o que a gente já acreditava é real. Sempre acreditamos, sempre tivemos esse pensamento de que o jogo é jogado. Tem que jogar, não tem jeito. Não existe favoritismo pré-jogo, se fosse assim não tinha jogo, não tinha playoffs, nada. Vamos continuar acreditando, com muita entrega, muita luta, e vamos em frente”, declarou Teichmann, do Pinheiros.
Nada deu certo: Não foi uma noite como o torcedor rubro-negro está acostumado a ver.  Diferentemente da maioria da temporada, o Flamengo não teve o controle da partida em momento algum e teve extrema dificuldade de segurar o ataque do Pinheiros, que fez 90 pontos em pleno Tijuca Tênis Clube.
Bem que tentaram: Com 19 pontos, Marquinhos teve mais uma grande atuação na série, mas não tão efetiva quanto às duas partidas anteriores. O camisa 11 ainda pegou sete rebotes e quatro assistências e totalizou 19 de eficiência. Marcelinho Machado, com 16 pontos e quatro rebotes, foi outro que se sobressaiu pela equipe rubro-negra. Vindo do banco, Fischer deixou a quadra com 11 pontos e três assistências.

BASQUETE FEMININO DO RIO PARDO VENCE SOCORRO

O basquete feminino do Rio Pardo FC venceu mais uma partida válida pelo CIRCUITO DE BASQUETE FEMININO. O jogo foi realizado na cidade de...